Facebook

Como reduzir os custos com sobras da marmoraria?

Dois dos fatores que mais contribuem para o sucesso de uma empresa são o controle de estoque e a redução dos custos. Porém nem todas as empresas sabem como fazer isso corretamente e, como consequência, acabam tendo prejuízos.

Dentro de uma marmoraria os custos de produção podem ser mais elevados do que se imagina, uma vez que mármores e granitos já são caros.

Por isso manter controle sobre a matéria-prima e reduzir os custos é importante, inclusive os relacionados às sobras de corte. Afinal, esses detalhes podem ajudar a empresa economizar.

Quer gerenciar melhor o estoque das chapas e reduzir os custos de produção? Veja, nesse post, como reduzir os custos com desperdícios e o usos indevidos dos materiais.

Confira!

Importância de gerenciar melhor os estoques



Quando a empresa gerencia o estoque corretamente — isto é, as chapas e sobras de corte —, ela consegue reduzir os desperdícios e melhorar o aproveitamento dos materiais.

O controle contribui para a redução dos custos de produção e armazenagem. O que, consequemente, ajuda a empresa a aumentar sua margem sobre cada projeto e diminuir os valores gastos com a compra de matéria-prima.

Além disso, gerenciar melhor os estoques ajuda a empresa a:

  • Reduzir o custo com desperdício;
  • Reduzir o custo com serviço de caminhão lixo/entulho;
  • Melhorar o aproveitamento das sobras de produção;
  • Aumentar a lucratividade;
  • Reduzir os prazos de entregas de alguns projetos (uma vez que não existe necessidade de comprar novas chapas).

Custos de uma marmoraria



O setor de produção das marmorarias compõem boa parte dos custos totais da empresa. Existem os custos com as matérias-primas, custos com mão-de-obra e os com insumos de produção.

As chapas são a matéria-prima necessária para transformar e produzir o produto final, então compõem o principal custo da empresa. E, no processo de produção das chapas, tudo precisa ser meticuloso e bem acabado. Por isso, a empresa precisa comprar matérias-primas de qualidade do contrário o resultado final do produto não fica satisfatório.

Nem sempre o preço dessa matéria-prima é barato. Então, a aquisição possui um custo bem elevado. Como o preço do material por si só já é alto, fazer o bom aproveitamento do mármore e granito durante o corte é uma estratégia interessante para a empresa economizar.

Afinal, as sobras poderão ser melhor aproveitadas ou até mesmo utilizadas em novos projetos.

O grande problema é que muitas marmorarias não sabem como fazer o controle das sobras de corte, e acabam utilizando uma chapa inteira para fazer o corte de um projeto novo.

E o que acontece com as sobras? São deixadas de lado. Sem perceber, a empresa vai acumulando chapas de retalhos, matéria-prima que poderia ser utilizada em outros projetos cujas medidas se encaixam perfeitamente.

O uso incontrolado de mármore e granito faz com que a empresa nunca saiba quantas chapas inteiras têm em estoque, e assim acaba precisando comprar mais matéria-prima e gastando mais, sem necessidade.

Controle de estoque das chapas


Muitas marmorarias não conseguem controlar o estoque das chapas por medidas. Até sabem quantos metros cada chapa tem em estoque, mas não compreendem exatamente quantas chapas possui em medidas.

Isso gera outro problema para a empresa uma vez que, ao fazer o orçamento, ela não sabe se as chapas em estoque são suficientes para as medidas do projeto. E, sem saber se a quantidade é o suficiente, muitos vendedores lançam o projeto para a produção acreditando que existe estoque de matéria-prima quando, na verdade, não têm.

Qual o resultado?

O pedido sofre atrasos e a linha de produção precisa ser interrompida até que seja comprado novas chapas. Não só isso, a empresa acaba gastando mais do que o previsto com matéria-prima, diminuindo assim sua margem de contribuição sobre o projeto. Ou seja, acumula prejuízo em cima de prejuízo.

Dicas para controle de estoque e sobras de produção



A maioria dos marmoristas não sabem ou não estão preparados para trabalhar com controle de estoque com medidas das chapas. Mas isso porque não conhecem um jeito fácil de realizar esse controle.

Se esse também for o seu problema, veja três dicas que podem ajudá-lo: 

#1. Mudar processos
 
Alterar os processos é o primeiro passo para começar a controlar as sobras de produção. Por exemplo:
  • Mudar os processos de orçamentação vai ajudá-lo avaliar qual é o saldo em estoque de cada chapa, antes mesmo de estabelecer um prazo de entrega do orçamento e /ou compra de novos materiais para o projeto;
  • Mudar o processo de necessidade de compra também é importante pois vai ajudá-lo avaliar a metragem total do estoque no momento da compra, e a quantidade de chapas e seus tamanhos;
  • Mudar os processos de produção vai ajudá-lo a controlar corretamente as sobras de produção e os descartes, alimentando corretamente o estoque com as sobras de cortes.

#2. Treinamento

Investir em treinamento é outra dica interessante para começar a controlar melhor as sobras de produção. Isso porque, se cada funcionário do setor souber como aproveitar melhor as chapas cortadas, a empresa não precisará arcar com perdas ou desperdícios.

#3. Controle no saldo de estoque das chapas

Outra dica importante que pode ajudar é manter um controle sobre o saldo de estoque das chapas. Você pode fazer isso, separando as informações da seguinte forma:
  • Saldo total em metro quadrado: 100 m² de granito São Gabriel
  • Saldo em metro quadrado por cada chapa e suas medidas:
4 chapas de 2,00 x 2,00 = 16 m²
5 chapas de 2,00 x 3,00 = 30 m²
10 chapas de 1,80 x 3,00 = 54 m²
  • Saldo total em quantidade de chapas: 19 chapas em estoque
 
Ter as informações bem detalhadas vai facilitar o gerenciamento, uma vez que é possível saber com exatidão quantos metros quadrados tem em estoque. Também quantas chapas e qual é a metragem correta.
Assim, quando for fazer um novo orçamento, você saberá se a empresa tem (ou não) material suficiente para realizar o projeto.
 
 
Para que a empresa consiga realmente reduzir os custos, é importante que o seu controle de estoque seja realizado de maneira contínua, rápida e simples. Isso para não atrapalhar o processo produtivo.

Se você tem alguma dificuldade ou não sabe como manter esse controle, você pode começar adotando boas técnicas de gestão de estoque ou então recorrer a um bom sistema de gerenciamento para marmoraria.

O sistema para marmoraria é uma tecnologia inovadora que vai ajudá-lo a melhorar a gestão e controlar de perto tudo que entra e sai do seu estoque.
 
Gostou do tema? Então continue lendo o nosso blog para se manter por dentro de todas as novidades!



03 de Junho de 2020

Tags:

sistema para marmoraria marmores e granitos estoque reduzir custos

Orçamento por Telefone

Solicite nosso contato preenchendo o formulário abaixo:

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.

Solicite uma demonstração

Solicite nosso contato preenchendo o formulário abaixo:

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.