Facebook

Como sua empresa pode acompanhar o lucro corretamente?

Está sem tempo de ler agora? Aproveite o player e ouça o nosso conteúdo!

Ser um empreendedor não é fácil! Cuidar de uma empresa e levá-la ao caminho do sucesso realmente dá trabalho. Vai muito além de apenas ter uma ideia vencedora na cabeça. Colocá-la em prática e acompanhar os resultados pode ser bem complicado.
 
Gerenciar os colaboradores, a produção, as vendas, o estoque, o marketing... Só de pensar cansa. Em meio a tantas tarefas algo sempre acaba ficando em segundo plano. E sabe o que não pode ficar para trás? A preocupação com o lucro!
 
Aprenda, neste post, como apurar e acompanhar o lucro corretamente, além da importância da categorização dos tipos de receita. Continue a leitura!
 
O que é lucro?



Vamos começar da estaca zero. Lucro é o ganho auferido durante uma operação comercial ou no exercício de uma atividade econômica.
 
Ele é importante, essencial para qualquer negócio. E algumas questões contábeis, como a determinação de lucro bruto e lucro líquido, podem parecer um pouco complexas e confusas inicialmente. Entenda abaixo:
 
Lucro bruto: Tenha em mente os conceitos de custos variáveis e receita total, sendo que os custos variáveis são os que oscilam de acordo com a quantidade produzida. Por exemplo: se uma empresa produz 100 bolos, o custo com farinha de trigo é X. Já para fabricar 1000 bolos, o custo com farinha será Y (superior). O valor gasto com o trigo será variável. Já a receita total é o resultado do preço dos bolos e a quantidade vendida.
 

 
Lucro líquido: Para compreender é preciso conhecer os conceitos de custo fixo e custo total. Custos fixos são os que não dependem da quantidade produzida. Não importa quantos bolos a empresa faça, ainda será preciso pagar o salário dos funcionários e aluguel, por exemplo. Já o custo total é a soma dos custos fixos e variáveis.
 

 
Por que acompanhar o lucro?

Com o lucro é possível financiar o desenvolvimento da empresa. É ele que permite investir no aprimoramento da produção e processos, dos conhecimentos e da gestão. Controla e define os caminhos que a companhia vai tomar, influenciando o poder de decisão. Afinal de contas, dar um passo maior do que a perna só trará prejuízos.
 
Dessa maneira, sem o lucro sua empresa não vai prosperar - ao contrário, todo o seu árduo trabalho será em vão. O lucro é um indicador que mede:
 
  • Como os esforços (gastos) estão sendo empregados;
  • Se as recompensas (faturamento) são adequadas;
  • Se o seu time trabalha bem em conjunto;
  • De que maneira sua empresa faz a diferença na vida dos clientes.
Ainda ficou com dúvida de como calcular a margem de contribuição? Para lhe ajudar preparamos uma planilha para facilitar o cálculo da margem de lucro no seu negócio, é só clicar e fazer o download gratuitamente.



A importância da DRE para a saúde da empresa

Quer saber como está a saúde financeira da sua empresa? Descobrir se o seu negócio está gerando realmente lucro ou dando prejuízo? Nada melhor do que realizar corretamente a DRE (Demonstração do Resultado do Exercício).
 
Este documento é uma ferramenta bastante poderosa para que você tenha uma visão detalhada das transações feitas. Ele apresenta o resumo financeiro dos resultados operacionais e não operacionais de uma empresa e é obrigatório. Pode ser apresentado anualmente para fins legais, trimestralmente em casos fiscais e mensalmente para fins administrativos da sua própria empresa.
 
Como fazer a DRE

Não existe um modelo definido de DRE. Mas a legislação determina quais as informações mais importantes e em qual ordem. Veja abaixo algumas das categorizações necessárias:
 
Receita bruta de vendas
 
É o valor da venda de produtos e mercadorias ou da prestação de serviços durante um determinado período.
 
Com a receita bruta é possível preparar sua empresa para as questões de sazonalidade, já que ela traz informações relativas às vendas. É importante também para o Planejamento de Vendas, além de ser essencial para a empresa se programar para compra de matéria-prima.
 
Receita líquida de vendas
 
Se você entendeu a receita bruta, fica bem fácil compreender a receita líquida. Ela é o resultado da receita bruta menos suas devoluções, impostos destacados na nota fiscal e os descontos comerciais.
 
A receita líquida vai te ajudar a entender quanto dinheiro sua empresa realmente está ganhando. Ela também proporciona uma melhor visão sobre o que realmente fica no caixa da empresa.
 
Resultado operacional bruto
 
Esse indicador é determinado como sendo o lucro obtido pela empresa depois de se deduzir da receita líquida de vendas o custo de mercadoria vendida, as despesas de pessoal, administrativas e as financeiras, além de outras despesas operacionais.
 
É calculado ao pegar a receita líquida de vendas e subtrair tudo aquilo que é considerado custo de mercadoria e de produtos vendidos ou de serviços prestados. Essa operação matemática vai mostrar para você o resultado operacional bruto da empresa, que também é chamado de lucro operacional bruto.
 
Resultado operacional líquido
 

Pegue o resultado operacional bruto e retire as despesas operacionais. Elas são identificadas geralmente na gestão de custos como fixas e são extremamente necessárias para que a empresa continue funcionando. O resultado será o operacional líquido.
 
Resultado líquido do exercício
 
É o resultado final do passo anterior ao acrescentar as receitas operacionais. Pronto, o valor obtido é o resultado operacional líquido.
 
Ter todos esses dados em mãos será um passo à frente para fazer uma análise efetiva dos resultados da empresa. São métricas importantes para se chegar às receitas, vendas e tipos de despesa corretos. 
 
A importância da tecnologia

Sabia que a tecnologia pode ajudar a conquistar uma visão 360º  da sua empresa? Se você busca os melhores resultados mas ainda não usa um software de gestão que permita acompanhar de perto o gerenciamento do lucro, é o mesmo que viver depois do 40 anos sem aferir a pressão e medir os níveis de colesterol e triglicérides, por exemplo.
 
É como dirigir em uma estrada sem saber qual caminho tomar! Ou com um carro que não possui um painel de controle. Dá para dirigir sem ter conhecimento da velocidade, nível de combustível ou do óleo? Não!
 
Você precisa contar com um sistema que transforme dados em informações gerenciais úteis. Tudo para sua empresa fazer diagnósticos precisos que ajudem a definir quais os próximos passos a serem traçados. A partir das análises gerenciais disponíveis em um bom sistema de gestão, é possível obter indicadores e valores por meio de gráficos e relatórios como:
 
  • Fluxo de caixa previsto;
  • DRE;
  • Margem de contribuição;
  • Valor Financeiro;
  • Valor de Faturamento;
  • Mapa de venda;
  • Previsões de compra.
Ainda ficou com dúvida de como calcular a margem de contribuição? Para lhe ajudar preparamos uma planilha para facilitar o cálculo da margem de lucro no seu negócio, é só clicar e fazer o download gratuitamente.


 
Quer saber mais sobre como um sistema de gestão pode ajudar sua empresa a fazer ainda mais? Então continue lendo o blog do iZY!

15 de Maio de 2019

Tags:

lucro análise de resultados receita despesa categorização tipos de despesa lucro bruto lucro líquido imposto plano de conta

Orçamento por Telefone

Solicite nosso contato preenchendo o formulário abaixo:

Solicite uma demonstração

Solicite nosso contato preenchendo o formulário abaixo: