Facebook

Como colocar preço no meu produto?

Definir o preço do seu produto pode resultar no sucesso ou no fracasso da sua empresa, por isso é importante se atentar nesta hora e colocar todos os critérios na balança.
 
Elaboramos este artigo com dicas de ouro para você saber exatamente o que deve considerar antes de estabelecer os valores dos seus produtos.
 
Optar por um preço alto, pode diminuir significativamente as vendas e ocasionar prejuízo. Por outro lado, deixá-lo baixo demais pode fazer com que você tenha problemas sérios nos pagamentos das contas e acabar prejudicando a empresa em seu todo.
 
A escolha do preço deve partir de uma análise estratégica de diversos fatores. Para evitar o erro e te ajudar nisto, separamos duas dicas importantes, confira a seguir.

 
 
LEMBRE-SE DOS CUSTOS FIXOS
 
Estes são valores que precisam ser pagos independentemente das vendas, por exemplo, o aluguel do espaço, conta de luz e telefone, entre outros. Você pode encontrar as despesas gerais de sua empresa verificando suas faturas mensais ou trimestrais, identificando os vários gastos fixos e listando-os em uma planilha ou através de um software de gestão.
 
A lógica é: ao somar todos os seus custos fixos mensais, o resultado final precisa ser coberto pelo seu volume de vendas, do contrário, se não houver tal controle, você não terá noção se o valor dos seus produtos está coerente com seus gastos.
 
Muitas empresas decidem o preço do produto baseados apenas nos custos, mas saiba que é importante também levar em conta a margem de lucro desejada e as despesas.
 
 
SAIBA ONDE QUER CHEGAR
 
Um dos fatores decisivos na hora da escolha do preço do seu produto ou serviço está ligado diretamente com o futuro “onde você quer chegar?”. Você já se perguntou isso?
 
Saber exatamente o que você almeja é um quesito importante, por exemplo, se seu objetivo inicial é apenas estabilizar suas contas apenas cobrindo seus custos, você vai precisar de um determinado valor, mas se o seu objetivo é agregar mais valor a fim de expandir seu negócio ou marca, sua margem de lucro precisa subir para que você tenha capital para fazer investimentos.
 
ATENÇÃO PARA NÃO SAIR FORA DA CASINHA!

Seu produto ou serviço é diferencial no mercado? Isso deve ser levado em consideração na hora da definição do preço. Conheça o mercado, analise seu público e a concorrência.

Se a sua empresa está rodeada por concorrentes diretos com preços compatíveis, você precisa respeitar a faixa de preço, do contrário, o público excluirá você na hora de decidir a compra, eliminando você pelo critério do preço.

MUITAS EMPRESAS ERRAM NESSE QUESITO

Um dos maiores erros que muitas empresas cometem é acreditar que apenas o preço define as vendas, mas entenda que a capacidade de vender é o que realmente impulsiona as vendas e isto é um conjunto que envolve a contratação de bons vendedores, utilização de estratégias de vendas e sim, definição de preço adequado para o seu serviço ou produto.

A PRECIFICAÇÃO É QUASE UM ‘ORGANISMO VIVO’

Se atente aos custos, público-alvo e concorrentes, eles podem mudar a qualquer momento e você vai precisar mudar também. Fique de olho no que está acontecendo, converse com seus clientes regularmente para garantir que seus preços permaneçam ótimos.

E você? O que você leva em consideração antes de precificar seu produto?

Definir o preço do seu produto pode resultar no sucesso ou no fracasso da sua empresa, por isso é importante se atentar nesta hora e colocar todos os critérios na balança.


21 de Março de 2018

Tags:

Orçamento por Telefone

Solicite nosso contato preenchendo o formulário abaixo:

Solicite uma demonstração

Solicite nosso contato preenchendo o formulário abaixo: